JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Izaura Hart

ENCONTRO DIÁRIO COM JESUS

Publicado na edição 94 de Agosto de 2009

Tomando conhecimento das últimas notícias a respeito do falecimento do cantor Michael Jackson, ficamos a meditar em torno da importância de uma infância vivida com equilíbrio, pelo menos o mínimo possível.

Segundo a imprensa noticia, ele com apenas 4 anos de idade já tinha uma carga de ensaios imposta pelo pai , de até 10 horas por dia! Sem contar as surras e a constante crítica pessoal chamando-o de feio.

Tornou-se um perfeccionista em sua arte, um adulto que queria ser criança e um eterno inconformado com sua aparência. Sofria de vitiligo (doença que despigmenta a pele) e de lupus outra doença que ocasiona dores horríveis no corpo, daí o uso excessivo de analgésicos. Para sertir-se “bonito” fez inúmeras plásticas e segundo ele mesmo confessou em entrevista na TV gostava de brincar. Tinha tudo que a vida material pode oferecer, mas faltava-lhe tanta coisa...

Cada etapa da vida precisa ser vivida com intensidade, necessita ser “queimada”, caso contrário ficará aquela lacuna eternamente no comportamento da criatura.

Quem tem seus filhos necessita cuidá-los e respeitá-los e mesmo que apresentem dotes artísticos ou esportivos, que se veja o limite para ensaios ou treinos, a fim de que a fase lúdica seja “curtida” ao máximo, não apenas para que a criança se divirta, mas porque brincando a criança estará formando uma personalidade mais equilibrada para viver em sociedade, para ser e fazer outras pessoas felizes.

...”criar os filhos e aperfeiçoá-los não é serviço tão fácil”, nos diz Emmanuel através de Chico Xavier no livro Vinha de Luz. Grande parte de nós pais ou optamos pelo excesso de rigor com eles, muitas vezes desejando que se tornem ricos para que também desfrutemos do conforto que não temos ou agimos com excesso de ternura e de mimos, fazendo de nossos filhos pessoas insuportáveis de se conviver, cheias de exigências com tudo e com todos acreditando que são “os donos do mundo”.

Diante de tudo isso chegamos à conclusão de que o ideal é o caminho do meio, o do equilíbrio e já que não temos nos currículos escolares cursos que nos ensinem a ser pais e mães que busquemos no Evangelho de Jesus o caminho do AMOR com todos eles.

Izaura Hart
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui