JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Sérgio Silva

NÚMERO DE ASSALTOS AUMENTA COM A CHEGADA DAS FESTAS DE FIM DE ANO E O RECEBIMENTO DO 13º SALÁRIO

Publicado na edição 98 de Dezembro de 2009

Com a proximidade dos festejos de fim de ano e a população recebendo o 13º salário, faz-se necessário tomar precauções para não se transformar em alvo dos assaltantes. Nesta época, o número de delitos sobe muito. Os consumidores devem tomar alguns cuidados.

Tais como:

Em caso de saques bancários, o melhor é fazê-los fracionados, evite ostentar riquezas como relógios, jóias, celulares etc.

Devemos também ficar alerta quanto ao porte de sacolas de compras. Em lugares de grande circulação de gente, o ideal é carregar sacolas e bolsas na frente do corpo e nas malas do carro. Observe sempre se tem alguém o seguindo, seqüestros relâmpagos e na saída do banco ou caixa eletrônico é muito freqüente nesta época do ano.

O aumento dos roubos durante esta época do ano é conseqüência do aquecimento do comércio.

Os consumidores têm, cada vez mais opções para fazer compras com segurança e curtir as festas de final de ano sem dor de cabeça, basta ficar atento.

No caso de roubo, furto, qualquer que seja o delito, a polícia estimula efetuar o registro de ocorrência, seja na Delegacia ou pela internet.

Informação é a matéria prima da atividade policial moderna, quer para a condução das investigações, quer para planejamento operacional das atividades de prevenção e repressão ou ainda para o planejamento estratégico das ações de segurança pública.
Em todo mundo, muitas vítimas infelizmente deixam de registrar crimes na polícia, por inúmeras razões, levantadas nas pesquisas de vitimização: acham que a polícia não vai fazer nada, medo de represália, conhecem o autor do crime e não querem vê-lo preso, vergonha, o valor envolvido é baixo e não compensa a perda de tempo etc. Mas quando tomam esta decisão, se esquecem que outras pessoas podem ser vítimas do mesmo criminoso, que no caso dele ser capturado a condenação seria maior e não menos importante, criam uma lacuna no planejamento policial que pode não captar o nível de criminalidade real num determinado local.

As polícias há muitos anos deixaram de lado o amadorismo e força bruta para basear suas ações e estratégias em cima de dados coletados pelo Copom (190), pelo Disque Denúncia etc.

O Boletim de Ocorrência lavrada nos Distritos Policial ou pela internet é a fonte primária destas informações e estatísticas, que posteriormente são analisadas para fornecer um panorama macro das tendências criminais, conectar crimes a um mesmo autor, elaborar o Plano Policiamento Inteligente para cada área etc.

Justamente por reconhecer a importância do Boletim de Ocorrência para as ações policiais é que a Secretaria de Segurança vem incentivando o Registro de Ocorrências menos graves por meio de internet, principalmente nos períodos de feriados prolongados, festas, entre outros, quando aumenta o número de ocorrências.

Hoje pelo site da Secretaria (www.delegaciavirtual.rj.gov.br), as pessoas podem registrar furto de veículos e documentos, desaparecimento e encontro de pessoas, furto de celular e de placas. Trata-se de uma atitude corajosa, pois você está ajudando a Polícia, a Sociedade e a Você.

FELIZ NATAL E UM ÓTIMO ANO NOVO!

Sérgio Silva
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui