JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Izaura Hart

A TODAS AS VALOROSAS MULHERES DE NOSSO PLANETA

Publicado na edição 102 de Maio de 2010

Ela é Maria, mais uma em meio a tantas que existem! E são muitas!... Ricas e pobres, brancas, negras e mulatas, instruídas e analfabetas... Boas e más, altas e baixas, inocentes e maliciosas, sofridas e um pouco mais felizes!...Todas vivendo de acordo com seu merecimento diante das Leis Divinas. Todas filhas de Deus Nosso Pai, Justo e Bom!

A Maria a qual me refiro é Aparecida e como tantas outras Marias, nasceu na roça, em um belo dia de outono, trazendo esperança em seu coração e um planejamento reencarnatório digno de um espírito forte e combativo. Ainda criança veio para a cidade trabalhar “em casa de família”. Passou por experiências diversas, sofreu, chorou, riu, aprendeu muito e conheceu o homem pelo qual se encantou e terminou por elegê-lo seu companheiro. Vida difícil, muito trabalho, um filho atrás do outro, gêmeos, trabalho sempre na casa alheia, projetos e muitos sonhos como o de aprender a ler e escrever que havia ficado para trás. O “príncipe encantado”, como o de outras Marias, pouco a pouco foi se transformando e ficando cada vez menos encantado. E a luta sempre fazendo de nossa Maria uma mulher mais forte e decidida. Tanto que ao tomar conhecimento de uma Cooperativa no Centro de Defesa dos Direitos Humanos de sua cidade onde as pessoas de baixa renda comprovada poderiam pagar pelo lote uma quantia pequenina e construir sua casa em regime de mutirão, a nossa Maria foi, trabalhou, carregou areia e pedra nos finais de semana, empurrou carrinho de mão e depois de dez anos conseguiu mudar-se para uma casa decente, digna, em um condomínio (da cooperativa) muito organizado por sinal! Enquanto a reviravolta da casa própria acontecia resolveu estudar à noite, aprendeu a ler e a escrever para exemplo aos seus filhos na época já adultos. O companheiro, talvez ofuscado com tanta força e decisão da mulher, bateu em retirada mas ela prosseguiu sua trajetória ascendente!

Este ano a nossa Maria completou 60 anos bem vividos e aproveitados com muito trabalho e muito aprendizado! Que bonito foi ver a Maria comemorar seu aniversário junto com os amigos e familiares, filhos e netos, numa festa onde ela foi para a cozinha preparou tudo, fez os doces, ajudou a servir e muito feliz pagou a sua própria conta e a de todos os presentes no salão de festas do condomínio onde mora!

É para a nossa Maria a homenagem do Dia das Mães! Nela homenageio todas as mulheres que lutam, sofrem, são abandonadas, esquecidas, traídas mas que conseguem exemplificar a força da fé em Deus e deixam a marca de seu exemplo não apenas para seus filhos, mas para todas as pessoas que têm olhos para ver seu valor!

Um grande beijo a todas as mamães!

Izaura Hart
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui