JORNAL MILÊNIO VIP - Liga Mageense contra analfabetismo

Colunistas - Antônio Seixas

Liga Mageense contra analfabetismo

Publicado na edição 106 de Setembro de 2010

Em 21 de abril de 1915, fundou-se no Rio de Janeiro a Liga Brasileira Contra o Analfabetismo que reuniria homens de letras, médicos, advogados, militares, e diversos outros segmentos da sociedade civil com o propósito de atuar junto aos poderes públicos federais, estaduais e municipais, e, sobretudo, junto à população, para que se pudesse comemorar o centenário da Independência em 1922 declarando o Brasil livre do analfabetismo.

Para atingir seus objetivos, iniciou uma ampla propaganda de combate ao analfabetismo, chamando a população a atuar em cursos noturnos e exigindo dos governos a obrigatoriedade do ensino primário, que só seria alcançada em 1934. A campanha atingiu o interior do país e mais de 20 seções estaduais foram fundadas.

A proposta do movimento então fundado chamava a atenção para a necessidade de se nomear comissões escolares em cada distrito das municipalidades, tendo em vista, através de cursos noturnos gratuitos, alfabetizar todas as pessoas entre 14 e 50 anos. Diversas foram as comissões municipais organizadas e, já neste momento inicial, um aspecto importante foi a criação das chamadas Caixas Escolares, através do Decreto n° 1616 de 05 de julho de 1918, que contariam com a doação de livros e dariam amparo aos alunos carentes.

A campanha promovida pela Liga Brasileira Contra o Analfabetismo em favor da instrução primária obrigatória, que se alastrou pelo território nacional entre 1915 e 1919, culminou com a criação de diversos Grupos Escolares também em território mageense, criados pela Companhia Mageense de Tecidos e pela América Fabril. Segundo notícia veiculada no jornal “O Fluminense”, de 08 de abril de 1918, em Santo Aleixo também foi criada uma escola de ensino primário.

A Liga Mageense Contra o Analfabetismo era composta pelo Coronel Pedro Valério da Silva, Antônio de Barros Machado, Dr. Herbert Taylor, Joaquim Thomé e Dr. Fructuoso de Souza Leite, e vinculada a Liga Fluminense Contra o Analfabetismo.

Antônio Seixas
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui