JORNAL MILÊNIO VIP - Onde brilhem os olhos deles

Colunistas - Antônio Laért

Onde brilhem os olhos deles

Publicado na edição 109 de Fevereiro de 2011

Tenho recebido notícias tristes que causam momentos de sombras, cor, luz, escuridão aqui dentro de mim. Os que viverem verão. Com o coração triste, nesse verão, há um inverno aqui no peito. Não, não acredito que todas as canções foram inutilmente; "por melhor que seja alguém, chega o dia em que há de faltar"; A gene é feito mesmo pra acabar, como diz a canção. E isso nunca vai ter fim. Nunca entenderemos quando alguém morre e, sobretudo, quando essa passagem é precoce; por que a pessoa sai do palco, antes de terminar o espetáculo? Por que se fecha a cortina, antes do aplauso final? As dores e alegrias de uma vida, quantas são? Não, a morte não cabe no querer. A vida, a um sopro é semelhante; é frágil e breve; um cristal fino que se parte à toa. Respire: inspire e expire. Cuide-se bem. Deixe que cuidem de você: seus amores, amigos, filhos, o Deus em que você acredita. Viva de maneira sóbria. Reserve-se momentos especiais. Bem estar é consequência de estar bem. Medite, pare o pensamento e acompanhe a respiração. Concentre-se. Dedique um tempo a seu corpo: isso melhora a precisão dos gestos e a fluência das palavras. Faça sua vida ser mais espontânea e natural. Seja mais maleável em sua opiniões, sem relativar aquilo em que acredita. Seja sempre um principiante que tem todas as possibilidades à sua frente. A felicidade é a maneira como enfrentamos as situações. Dedique atenção e carinho a você e a todos. Não busque desesperadamente uma coisa: a verdadeira visão surge quando jão não se vê. Esteja atento e perceba os sinais: cautela. Não almeje o topo: a terra é redonda. Garanta um tempo só para você. Pratique o bem. É preciso perder para encontrar. Durma, coma, beba: respeite os sinais do próprio corpo. Comecei essas mal traçadas linhas querendo chegar a um lugar e me vejo em outro. Não sei explicar isso. Melhor viver, porque há um lugar em que o sol sempre brilha. A vocês amigos que foram, ofereço, dedico, consagro!

Antônio Laért
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui