JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Izaura Hart

Cantinho D’Alma

Publicado na edição 111 de Maio de 2011

Fim de tarde, a noite chegando devagarinho, rostos cansados, passos rápidos de inúmeras mulheres que após um longo dia de trabalho nos diversos matizes profissionais, iniciam seu regresso ao lar.

Muitas vão para as estações de trem, outras para o metrô ou pontos de ônibus e seguirão “amontoadas” até seu destino. Poucas irão para os estacionamentos em busca de seus carros.

Algo todas têm em comum: o desejo de chegar a casa, ver como as “coisas” andam e providenciar o “final do dia”, já preparando o   seguinte que não tardará.

Grandes quantidades dessas mulheres antes de pegarem sua condução irão buscar seus filhos nas creches, mas há aquelas que infelizmente formam a maior parte delas, que deixam suas crianças menores com irmãos mais velhos, com vizinhas e até mesmo sozinhas na falta de quem as cuide para que ela como a “loba” possa ir à caça.

Muitas delas estão atormentadas com a  responsabilidade da direção dos lares, já que seus maridos as abandonaram.

Movidas pelo amor aos filhos, conseguem forças e capacidade de renunciar aos sonhos e ilusões da juventude que ainda possuem    dentro de si.

São heroínas anônimas que cruzam as ruas e estradas desse nosso imenso país, são uma grandiosa força de trabalho braçal e intelectual que ajuda a mover a economia da nação brasileira!

É ainda a força que moraliza milhões de crianças, que ao findar um dia de estafantes tarefas  é capaz de embalar seus filhos com canções de ninar, histórias infantis e  ensiná-los a balbuciar suas primeiras orações a Deus!

Mulheres mães, fortificadas com a força da Fé, vocês são capazes de romper as maiores barreiras por amor a um filho!  Vocês têm muito de anjos dentro de si e com sua coragem e resistência podem melhorar o mundo. Em sua fraqueza há vigores e o próprio título de “mãe” já cinge a mulher que o ostenta de todas as auréolas da virtude possível na Terra. É o amor mais puro capaz de ser sentido pelo ser humano e por tudo isso queremos homenagear a todas as mães em seu dia: as mães de todas as raças, de todas as culturas, de todas as classes sociais! 

Parabéns pelo seu dia  de homenagens, festas, poesias e presentes....  E AMANHÃ, A LUTA CONTINUA!

Izaura Hart
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui