JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Robson Pereira

Coloque amor em tudo que faz...

Publicado na edição 112 de Junho de 2011

“Cada um de nós compõe a sua história, cada ser em si carrega um dom de ser capaz, e ser feliz”

Coloque amor em tudo que faz... deixe transparecer essa intenção e lhe garanto, tudo vai caminhar bem.       Quanto lucraríamos se o amor tivesse caminhado à frente das nossas ações? Quantas tristezas teríamos evitado se fosse o amor o guia dos nossos caminhos? Quantos caminhos teríamos aberto se nossos corações desbravadores amassem mais? Na verdade, esses e tantos outros questionamentos poderiam ser feitos durante toda a vida, e mesmo assim não esgotaríamos as possibilidades de  questionar.


Pretendo falar de amor, como quem fala de sobrevivência. Quero ressaltar o quanto nos falta inteligência e atitude para assumir o amor como a única saída.

Hoje me peguei pensando no quanto a minha família é importante em minha vida, "família que á amor", e acabei também constatando o quanto eu poderia ser melhor para ela. Numa fração de segundos, pensei nas muitas tragédias que estamos vivendo em nosso dia-a-dia, na dor de cada mãe que tem o seu Filho Santo, estraçalhado pela miséria do mundo, "retrato de desamor ". Nesse momento senti um grande arrepio, e por um segundo calei a minha alma. Logo voltei à realidade e percebi que o tempo não para.

Tudo   que temos, tudo que somos, e tudo que seremos, depende de nossas decisões. Assim, quero alertar para o risco que estamos nos condenando a correr, quero dividir uma culpa que é exclusivamente nossa, e  uma responsabilidade da qual não dá para fugir.  Como educador, quero fazer um diagnóstico frio do mal que estamos cometendo, levando à condenação pessoas que sequer nasceram... ou mutilando as que  nasceram puras, perfeitas. Quando  negamos o direito à igualdade e o respeito a todas e a todos, ou negamos o direito à vida, não é difícil diagnosticar a falta de amor, "estamos negando amor", e quando  insistimos em  agir de forma pouco fraterna, não nos permitindo inclusive a possibilidade de arrependimento e mudança, estamos "burramente" insistindo no  erro. O pior é que é tão simples... e infelizmente não conseguimos aprender a amar e a  con-viver.

Carregamos a herança do mundo capitalista, onde o poder justifica as ações, e deixamos com isso, valores tão preciosos como a EDUCAÇÃO. Não falo da educação dos doutores, dos cientistas e dos Poderosos, que olham a vida do alto, e não conseguem enxergar que embaixo tem gente. Falo da Educação que agrega, que soma e não empobrece, que olha o filho como um filho seu e que ensina a amar.
Quero lembrar que  colhemos o que  plantamos, e que  a guerra e a fome não foram deixadas por Deus. Por isso amigos, vamos pensar na nova colheita e iniciar o preparo das mudas! Vamos semear EDUCAÇÃO em todos os campos, e teremos a  certeza de um mundo melhor!

Um abraço grande, e um desejo incontrolável de modificar o mundo através da Educação. Quem ama educa!

“Eu tenho medo da graça que passa sem que eu perceba.”

 

Robson Pereira
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui