JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Neuza Carion

Orgulho

Publicado na edição 116 de Novembro de 2011

Dando um tempo na série “indignação”, retorno a um momento “exaltação”, na linha “já disse isto antes”. Neste mês em que o Brasil homenageia um ilustre personagem de sua História, talvez o maior representante da Consciência Negra, quero reproduzir algo (não ouso chamá-lo de poema) que fiz há muitos anos e orgulhosamente dediquei a meus filhos e meus ancestrais negros.

Pensei seu título em duplo sentido. Não sendo mais correto como classificação científica de gênero, resta o sentido metafórico de bravura. Pensei seu corpo como um desagravo a características que costumam ser menosprezadas ou ressaltadas de forma pejorativa, embora em muitos casos espelhem o que de mais humano tem a humanidade.

RAÇA

Negro braço
Negro abraço
Pedaço d’África-Mãe.
Peito forte

Cheiro forte
Suor: trabalho e amor.
Negro braço
Negro abraço
Pedaço d’África.
Mãe-de-leite
Ama, deleite
Doce cheiro de suor.
Negro braço
Negro abraço
Negra pele
Sentidos à flor
Mãos firmes de construtor

Carapinha
Engenho, valor.
Negro braço

Negro abraço
De raça, orgulho e cor. 

Neuza Carion
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui