JORNAL MILÊNIO VIP - Sem Nwnhum Sentido

Colunistas - Mauri Vieira

Sem Nwnhum Sentido

Publicado na edição 122 de Junho de 2012

Lá vem a lua surgindo
Redondinha igual a um tamanco
Minha avó sempre dizia
Que caranguejo não tem pescoço

========

Lá em cima daquele morro
Passa boi, passa boi passa boiada.
Se você que casar comigo
Porque roubou meu cavalo?
 

Você consegue encontrar sentido nestes versos? Claro que não. Na vida cotidiana, muitas coisas, a meu ver também não tem sentido.

Sou questionado todos os dias sobre muitas  coisas e procuro responder a todos, de forma sincera e honesta, de acordo com a minha consciência. Procuro dar a todos explicações que dê sentido a muitas dúvidas.

Estamos às vesperas de mais um ano de emancipação política de nossa cidade. O que devemos comemorar? Me perguntam, nas ruas.

A LIBERDADE meu irmão, a LIBERTADADE. Nada melhor que a LIBERDADE. É hora de juntarmos forças e alavancar, de uma vez por todas, o progresso de nossa cidade.

447 anos de puro atraso, não aguentamos mais tanto desmando, vamos aproveitar a chance que deixamos escapar em 1996 e 2004.


Mauri Vieira
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui