JORNAL MILÊNIO VIP - CHEGAMOS EM 2013... E O MUNDO NÃO ACABOU! SERÁ...

Colunistas - Dulcimar Menezes

CHEGAMOS EM 2013... E O MUNDO NÃO ACABOU! SERÁ...

Publicado na edição 129 de Janeiro de 2013

“Feliz Ano Novo! Começou 2010! Lamentavelmente, a virada de ano foi marcada por vários eventos traumáticos. Tempestades e enchentes em vários lugares, inclusive a Baixada Fluminense, envolvendo nossos irmãos e amigos. Desabamentos e destruições em Angra dos Reis e em outros estados do país. Altas temperaturas insuportáveis no Brasil. Nevascas devastadoras pelo mundo. E recentemente, o catastróficos terremoto no Haiti. Trágicos eventos naturais... Feito uma mulher contrariada, a Terra se revoltou!” (Menezes-Milenio Vip, 2010)

“Mais um ano se inicia... E lamentavelmente parece que já está virando uma constante nós passarmos o mês de janeiro assistindo tragédias conseqüentes de desastres naturais. Se bem que na maioria dos casos os acidentes não são tão naturais assim e sim provocados pela imperícia de técnicos e pela falta de planejamento urbano. E a situação vai ficando pior à medida que o tempo vai passando e nós infelizmente vamos constatando o agravamento da situação de desamparo do cidadão por conta da desonestidade (para não dizer CANALHICE) dos políticos aos quais delegamos o poder de cuidar das nossas vidas.” (Menezes-Milenio Vip, 2012).

A
inda tivemos em 2011 a tragédia das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro e agora, em 2013, o quadro se repete em Xerém, Duque de Caxias-RJ. Então, já não está mais do que na hora de entendermos a mensagem da Terra e tomarmos uma providência no caminho da mudança? Para quem ainda não entendeu, estamos vivendo um novo dilúvio! Isto mesmo o elemento Água representa as emoções humanas, os sentimentos. E o que vemos é uma humanidade se afogando nas más águas das enchentes, mas também nas mágoas, nos amarguras, no desespero, na indiferença e no egoísmo. Entendo que o que está acontecendo com a Natureza está acontecendo no íntimo dos homens. As águas represadas, reprimidas e sujas, estão se libertando de maneira feroz e inconsequente... Violência e ódio nos quatro cantos do Brasil... nos quatro cantos do mundo!

Não há mais tempo a perder. Precisamos emergir das profundezas da inconsciência e tomar uma atitude que nos realinhe no rumo da transformação. Ecologia é a palavra! Ecologia pessoal, social e ambiental! Todos formamos um único sistema vivo e, portanto, somos responsáveis. Ser responsável é ter a habilidade em dar resposta que seja coerente com aquilo que pensamos. Não podemos mais esperar por ninguém. Não podemos mais esperar por políticos. Estes perderam a credibilidade e na verdade passarão quatro anos elaborando estratégia para continuarem no poder usufruindo das regalias pagas pela população, pois é só o que os interessa e aos seus partidos. E o povo? O povo que espere... Meu voto é para Zeca!

Sendo assim, não espere por eles. Não vieram e não virão... Conte com você! Você sabia... O desperdício de alimento no mundo dava para acabar com a fome no planeta? Você desperdiça alimento, roupas, qualquer coisa? Mude... Consuma somente o que for necessário. Tudo é extraído da terra! Doe o que não serve, mas em seguida não encha novamente o seu armário de coisas supérfluas que serão usadas uma vez na vida outra na morte! O consumismo é um veneno. O que você faz com o resíduo sólido, que muitos ainda conhecem como lixo, que produz? Sim, aquele produto que vai para os lixões (aliás, temos algo bem parecido, quase igual, eu diria igualzinho a isto aqui na cidade) é resultado das nossas ações. Você pensa no resíduo que vai produzir quando tira um produto da prateleira do supermercado? Você sabia que em nossa comunidade temos um ponto de entrega voluntária de resíduos recicláveis, uma PEV, que consta na rota da reciclagem no site da TETRAPAK e uma Cooperativa de Catadores de Resíduos Recicláveis que poderá ajudá-lo a encaminhar adequadamente os que você produziu? Informe-se. Você joga a sua guimba de cigarro em qualquer lugar? Você ainda polui o seu organismo com substâncias e alimentos tóxicos? Você também acha que a Conferência RIO +20 não teve importância e que Educação Ambiental não é prioridade ou é coisa para ensinar as pessoas a fazer artesanato de garrafas pet?

Quantas tragédias ainda terão que acontecer para o despertar de uma nova consciência que nos lembrará que fomos criados para o vivermos em um Jardim e que todo jardim precisa de cuidado? E que a Árvore do Conhecimento era para ser comtemplada e não devorada...

Não o mundo não acabou e nem vai acabar. Mas e nós? Estamos repletos de exemplos de espécies e civilizações que foram extintas. Com tudo o que a natureza tem nos mostrado a cada novo ano que se inicia, como que nos mandando novamente o mesmo recado, você ainda acha que somos maiores, melhores ou invulneráveis em relação a qualquer outra espécie viva do Jardim Supremo? Compartilho com vocês, meus amigos, estas reflexões que povoam a minha mente e o meu coração desde há muito. Tenho tentado fazer contato com a minhas águas paradas e me empenhado e movê-las na direção do bem comum. Os sentimentos que me nutrem no início deste novo ciclo de vida e que eu desejo a todos são COMPAIXÃO E FÉ! Afinal de contas todas as águas seguem para o Mar... Feliz Ano Novo! E já vem carnaval por aí... Atenção!

Dulcimar Menezes
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui