JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Tassélio de Souza Pereira

Homem que conseguiu uma represa para Magé

Publicado na edição 129 de Janeiro de 2013

No governo de Leonel de Mura Brizola, eu atuava intensamente na imprensa de Magé, e o Sr. José Rodrigues Santana atentou para este fato e convidou-me para presidir à associação de Moradores do Centro de Magé, que ele ia fundar para botar água em Magé: E disse-me que seu hotel tinha cinco bombas, mas não conseguia abastecê-lo. Aceitei o convite:...

Minha filha Bárbara era sua secretária e coube ela redigir cartas de convite à várias famílias da sociedade mageense para que em determinado domingo fossem almoçar em seu hotel junto com Luíz Alfredo Salomão secretário de obras do Estado. A eu coube ir com ele ao já extinto comércio lavourinha e super mercado Rosal fazer as compras para o evento, e ir com ele a Santo Aleixo ver o e reportar tudo de errado na precária captação da água: -Terminado o tal almoço ele falou que a Associação supra citada era quem estava oferecendo e pediu-me para que falasse a causa:- Então disse:- Tudo que poderia falar já está publicado, e os jornais foram distribuídos com a ajuda dele; - Luiz Alfredo Salomão quis conferir à denúncia e viu um tubo de cinco polegadas preso pela bolsa à uma corda cuja ponta estava amarrada a uma árvore na ilhota que bifurcava o riacho com metade exposto ao sol, e a outra captando água; à grade de um colchão de molas de casal servia de filtro. A pouca água captada entrava em uma caixa  de tijolos em pé e sem emborco de uns dois metros de largura por quatro de comprimento onde havia dentro baratas e aranhas. A represa foi feita no mesmo ano pela empresa Hiemagata que estava sediada no centro de Alcântara (Niterói).

Honra aos méritos do falecido José Rodrigues Santana e patrono cívico da Associação do primeiro distrito de Magé, fundada pelo Dr. José Antônio Seixas (OAB- RJ 140 662).

Tassélio de Souza Pereira
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui