JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Ivone Boechat

Centenério do Educador Raul Córdula

Publicado na edição 131 de Junho de 2013

Professor Raul Córdula, educador paraibano, chegou a Magé no início de 1952, decidido a fundar uma Escola. O nome escolhido foi Ginásio do Instituto Pedagógico e logo tomou as providências.  O Ginásio começou a funcionar em Magé, num prédio alugado, oferecendo o curso de preparação ao Exame de Admissão. Foi um sucesso.

Professor Córdula era um grande gestor pedagógico, com muita experiência em projetos e foi  então desafiado a fazer não só o plano para uma Escola, mas sim de duas: do Instituto Pedagógico e do Ginásio Mageense. Aceitou, pôs mãos à obra, lutou heroicamente junto à Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, e conseguiu que as duas Escolas fossem autorizadas a funcionar. O Ginásio Mageense começou as atividades no Grupo Escolar Visconde de Sepetiba-Magé-RJ. 

No final de 1953, o Prefeito Waldemar Lima Teixeira ofereceu todas as condições e o Ginásio do Instituto Pedagógico foi transferido para a sede do Grupo Escolar Joaquim Leitão, em Santo Aleixo. A partir de 1954, o Ginásio ficou nesse novo endereço. Professor Raul Córdula, mudou-se para Santo Aleixo, mas prosseguiu dirigindo as duas Escolas, o Mageense e o Pedagógico.

Era um orgulho para Santo Aleixo a chegada do Ginásio pela excelência do ensino, pela grande competência, simplicidade  e dedicação da família Córdula,  e isto atraiu professores e alunos de outras cidades.

Professor Raul Córdula fez uma grande obra educacional no Município de Magé e principalmente em Santo Aleixo, durante o período de em que foi diretor do Ginásio do Instituto Pedagógico; marcou época, depois, infelizmente, voltou para Campina Grande-PB, em 1957. Mais tarde, mudou-se novamente para João Pessoa e ali atuou ativamente na educação junto às universidades e aos governos do Município e do Estado.

Os alunos do  Ginásio do Instituto Pedagógico cantavam  assim:

“Não queremos caminhos suaves
Nós queremos montanhas subir
É do alto que Deus nos acena
Para a grande ascensão do porvir”.
“Santo Aleixo, de pé, continência,
Passa o nosso esquadrão juvenil
À conquista triunfal da ciência
Para a glória imortal do Brasil”.

Raul Córdula (1913-1979) filho de José Marinho de Figueiredo Córdula e Filisbela de Luna Córdula, nasceu em Pirpirituba no Estado da Paraíba. Fez o curso secundário no Seminário Arquidiocesano da Paraíba e o Curso Superior em Filosofia no Seminário Diocesano de Pesqueira, no Estado de Pernambuco, em 1933. Fez o Curso de Línguas Neolatinas no Instituto Lafaiete no Rio de Janeiro, em 1949. Em 1966, fez o Curso de Especialização: Utilização do Livro Didático, pela Universidade de Illinois nos Estados Unidos. Foi professor de Latim, Francês, Ciências e Português.

Pelos relevantes serviços prestados em prol da educação, o Estado da Paraíba o homenageou dando seu nome à duas  de suas escolas: em Campina Grande e João Pessoa. Era o planejador educacional respeitado junto aos governos e universidades. Foi membro do Conselho Estadual de Educação da Paraíba. O Município de Campina Grande deu seu nome à uma importante avenida:  Rua Professor Raul Córdula.

No Ano do Centenário do educador Raul Córdula, é justa a homenagem do povo mageense pela coragem, audácia e competência, ao fundar e dirigir o Ginásio Mageense- Magé,  e o Ginásio do Instituto Pedagógico, em  Santo Aleixo. Essas Escolas ficarão para sempre como importante marco na vida de muitas gerações.

(extraído do livro Memórias de uma Filha de Pastor)

Ivone Boechat
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui