JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Neuza Carion

Fé e gratidão

Publicado na edição 136 de Dezembro de 2013

Adeus, Ano Velho!

Muito obrigada por tudo de bom que você trouxe. 

Obrigada pelas crianças novas que chegaram e por todos que ficaram. Obrigada pelas coisas novas que aprendi e pelo bem que não esqueci. Obrigada pelo que recebi e por aquilo que não perdi. Obrigada pelo prazer que senti e pela amargura que não vivi. Obrigada pela saúde, pela disposição, pelas pequenas e grandes alegrias. Obrigada pelo amor, dado e recebido, pelo carinho demonstrado, pelo respeito conquistado.

Recapitulando, foi um ano tranqüilo, sem emoções avassaladoras e sem desgraças públicas ou privadas. Um ano sem grandes marcos – exceto o despertar do gigante adormecido – de passos firmes, sem saltos ou sobressaltos. Foi bom vivê-lo, será bom lembrá-lo.

Bem vindo, Ano Novo!

Espero que você traga bons momentos e seja parcimonioso com as dificuldades. Que o trabalho seja produtivo e o repouso reconfortante. Que os investimentos tragam bom retorno e que as perdas, se inevitáveis, sejam insignificantes. Que haja amor, compreensão, doação. Que não haja decepções, nem traições. Que não falte trabalho, nem guarida.  Que se dê menos valor ao lucro e mais à vida.

Desejo que ao tornar-se velho e findar, nos deixe, como o que agora se vai, com muito mais a agradecer do que a pedir.

Eu os vejo assim:

Lá vai o velho, trôpego e cansado,

Abrindo caminho com seu cajado.

Vem o menino, leve e saltitante,

Pleno de fé e força. Confiante.

Encontram-se e se olham.

Sorri o velho, é finda a labuta...

Suspira o menino. E vai à luta.

A todos, Paz!

Neuza Carion
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui