JORNAL MILÊNIO VIP - Reflexões Natalinas

Colunistas - Izaura Hart

Reflexões Natalinas

Publicado na edição 147 de Dezembro de 2014

O Natal se aproxima e com ele, tantos desejos e sonhos que embalamos durante todo o ano no afã de que se concretizem agora, mesmo que às pressas.

A violência e as notícias trágicas teimam em entrar em nossa casa, corrompendo o clima natalino, insistindo em nos deixar distantes uns dos outros, amedrontados diante do próximo, inseguros na vida social...

O medo assola, a agitação toma conta das ruas e tem-se a impressão de que tudo tem 
que ser feito na correria, porque não sabemos onde queremos chegar... 

Em meio a tudo isso, procuro lembrar Zaqueu. O cobrador de impostos, baixinho, 
que por querer ver Jesus subiu a uma árvore. O doce Rabi, percebendo o esforço e o empenho daquele homem, dirigiu-se a ele dizendo que descesse porque naquela noite iria ter com ele em sua casa!

Que maravilha esse encontro, mas quando nos propomos a analisar os fatos ocorridos, 
percebemos que foi um encontro muito mais importante do que supomos! Zaqueu subiu à árvore porque se reconhecia pequeno, de baixa estatura...

Não tanto fisicamente, mas moralmente! Para estar com o Mestre, mesmo que de longe, 
precisava subir sua vibração, crescer espiritualmente, procurar entrar na sintonia do Senhor, como as cordas do instrumento que são “afinadas” para tocarem em harmonia.

O oferecimento do Mestre para ir à noite à sua casa pode representar “a casa íntima”! Como seria bom ouvir do Cristo que visitaria nossa casa!

Mas... Se seguirmos os passos do Zaqueu, veremos que se subirmos de sintonia, isto é, 
vivermos no mundo mas não nos deixarmos envolver com os escândalos e a maldade do mundo e ainda entrarmos na faixa do bem, estaremos nos tornando aptos para receber Jesus em nossa Casa Íntima!

A trajetória de Zaqueu exigiu dele primeiramente consciência de sua pequenez, 
aceitação de sua condição e depois uma vontade poderosa que possibilitou a ele, mesmo sendo um homem rico, não ter escrúpulos em subir a uma árvore para de lá ver Jesus!

Que lição de vida! 


A atmosfera natalina está no ar através das luzes, cores, canções... 

Que o exemplo acima citado possa nos envolver a todos e que procuremos subir a árvore do amor ao próximo para sermos merecedores da visita do querido “Rabboni” pelo menos na noite de Natal!

Feliz Natal a todos!

Izaura Hart
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui