JORNAL MILÊNIO VIP - MARGINAL? QUEM?

Colunistas - Syrhaar Sacramento

MARGINAL? QUEM?

Publicado na edição 90 de Março de 2009

Sim, esta palavra se aplica a grande parte da humanidade, inclusive a uma porcentagem maior ainda de políticos em toda a sociedade mundial. Ninguém é santo, vez por outra queremos levar vantagem em algo, mas existe uma fatia cada vez maior dos seres humanos extrapolando e ultrapassando todas as barreiras das normas éticas de sua sociedade, seja no Hemisfério Sul que sempre foi tão mal falado, como o “atualmente?” Hemisfério Norte que “era” idolatrado com população exemplar em comportamento humano.

Acho que com o advento do avanço da tecnologia de informação muitas coisas que antes passavam despercebidas por nós, atualmente não passa mais; pois ficamos imediatamente informados a respeito do assunto principalmente pela internet que em sua rede mundial espalha a notícia numa velocidade impressionante e da mesma forma as notícias são repassadas pela imprensa televisada, escrita e falada.

Como o caso da invasão do Iraque pelo antecessor do atual presidente norte-americano, que tem mil suposições de conspirações e foi propositalmente relacionada a destruição das torres gêmeas de NY por um presidente que pertence a uma família que é ou já foi sócia da família do suposto atacante das torres.

Este mesmo homem foi invadir um país rico em petróleo com o pretexto do mesmo estar de posse de armas químicas e biológicas (para supostamente serem usadas por terroristas), o que nunca foi provado pelo mesmo, o qual até admitiu o engano. A partir daí para quem se interesse pela notícia garimpando na net vai encontrar várias suposições de conspirações, até coisa relacionada a atual crise financeira internacional.

Mais recentemente temos o caso da brasileira que declarou ter sido atacada por um grupo de neonazistas em um dos países mais civilizados do mundo, a Suíça e ainda ser uma charlatã, ou acometida por alguma doença mental e haver se automutilado para levar sei lá que tipo de vantagem com a suposta agressão que em princípio disse haver sofrido.

Temos em todos os círculos políticos presenciado inúmeros escândalos eclodirem de norte a sul do globo terrestre. O Brasil, não sei se por maior interesse meu, bate todos os recordes, acho que lideramos esse ranking.

Se for feito um pente fino na vida de nossos políticos muitos poucos escaparão de uma mancha, nem que seja por omissão, principalmente os Legislativos, pois estão lá trabalhando e sendo pagos para servir ao povo, pagos com supersalários para fiscalizar principalmente os atos do Executivo e o que vemos são estourarem escândalos que não deveriam ter acontecido se houvesse uma fiscalização séria e competente, além de uma autoregulamentação no mesmo nível. Será que existe algum lá que sabe o porque de realmente estar no Congresso? Ou acha que aquilo é um local para se praticar o joguinho medíocre, mesquinho e sujo do toma lá dá cá?

Portanto, a partir daí dá para se ter idéia dos limites do preço, da honra e da decência de cada um.

Syrhaar Sacramento
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui