JORNAL MILENIO VIP

Colunistas - Rosinha Matuck

O molequinho maneirinho foi brilhar na morada dos deuses

Publicado na edição 159 de Agosto de 2016

Quem foi ontem ao velório e ao enterro do nosso amigo maior, Pintinho, deve ter ficado bastante comovido. Pensando assim, discordo rasteiramente, em tese, do pensamento do cineasta e escritor nacional Nelson Rodrigues quando diz que a unanimidade é burra. Não concordo. Encontrar diversas gerações - vindas de longe e que há muito não víamos - nessa grande despedida, me deu a medida certa do tamanho desse amigo, artista e companheiro que, creio, propositalmente São Pedro sequestrou. 

Ora, ele foi brilhante em todas nossas vidas, em toda Magé. A cada homenagem, um debulhar de lágrimas - já de saudades, mas também de confusão, de conflitos que atuavam em minha cabeça. Já era final de Olimpíadas aqui no Brasil e, atropelada como sempre, lembrei que Deus é brasileiro, assim a unanimidade diz... E concluí que Ele também queria um espetáculo, uma festa de arromba lá no céu, para que os de lá - que não puderam assistir aos Jogos daqui - vibrassem com a mesma intensidade com que esse Brasil, daqui, vibrou.  Pensou em tudo, como bom anfitrião. Levou o Ex-Secretário festeiro de Turismo de Magé, Sidônio Fernandes  pra que não faltassem verbas; o político e ex-vereador, Dilim, pra que junto com o Secretário, nada deixasse faltar; e um menino querido, Uillian, o Botinha, filho da amiga Nicinha, para ajudá-lo - já que Tanga ficaria por aqui aguardando sua vez. Por fim levou nosso artista, nosso cerimonialista, o arquiteto das festividades de Magé.


S. Pedro pensou em tudo, só não pensou no vazio que deixaria em nossos corações após tantos anos de festas, carnavais, casamentos, aniversários inesquecíveis, que permanecerão em nossas memórias por todo sempre.  E lá se foi o amigo, mesmo sem que liberássemos. Prevaleceu a vontade maior do Criador, afim de que fechasse com chave de ouro, com seu toque pessoal , um dos maiores espetáculos do mundo, finalizando esse megaevento que transcende a nossa vontade, que é VIVER!

 

Rosinha Matuck
Conheça o perfil pessoal de nosso colunista ou outros artigos publicados por ele
Clique Aqui