JORNAL MILENIO VIP

Notícias

PMDB não fará mais uma cadeira em Magé

 

 


O PMDB, que elegeu quatro vereadores do pleito deste ano, não vai fazer a quinta cadeira, como estava sendo esperado, o que, se ocorresse, tiraria uma vaga do PSDB, excluindo Miro Amorim da vaga. A quinta cadeira só seria possível se fossem contabilizados os

2.271 votos obtidos pelo vereador Amisterdam Santos Viana e os 2.092 de José Silva de Souza, o Zezinho Pereira.
Os dois disputaram a eleição com os registros de candidatura impugnados. Amisterdam já teve seu recurso rejeitado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), impetrou embargo de declaração, mas suas chances, de acordo com alguns advogados, “são praticamente nulas”. O recurso de Zezinho está nas mãos da ministra Laurita Vaz - relatora do processo – e ainda não entrou em pauta. O TSE pretende encerrar todos os julgamentos até o dia 17 de dezembro, mas muitos recursos de candidatos em situação semelhante à de Pereira, estão sendo desprovidos pela Corte em decisão colegiada.

Até ontem a juíza da a 110ª Zona Eleitoral, Patrícia Salustiano, ainda não havia anunciado o dia da diplomação, mas mais que a data, esta sendo aguardada a lista com os nomes dos eleitos a serem diplomados, uma vez que há processos por crime eleitoral em andamento.