JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Amar é: vacinar seu filho contra a Pólio e o Sarampo

Publicado na edição 146 de Novembro de 2014

A partir deste sábado, 8, começa a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil. Em Magé, de 8 às 18 horas, o município está preparado para imunizar 22 mil crianças até o dia 28. Meta que desde o ano passado vem batendo recorde, segundo Darlan Nery dos Santos, Coordenador Municipal de Imunização de Magé.

Mães com filhos de seis meses e menores de 5 anos – quatro anos e 11 meses - devem comparecer aos postos para que as crianças recebam a dose ou gotinha, contra a Poliomielite. Os postos recomendam que todas levem as cadernetas de vacinação para serem atualizadas.  Já a vacina Tríplice Viral ou Triviral, contra sarampo, caxumba e rubéola serão aplicadas em crianças de um até cinco anos incompletos.  



Quem não puder comparecer ao posto sábado, 8, mais conhecido como o Dia ‘D’ não precisa se preocupar: o próximo dia nacional da campanha acontece no dia 22. E segue normalmente durante todo o mês nas unidades de saúde de cada distrito.  O município já recebeu 5 mil doses da vacina Triviral e 18 mil para a paralisia infantil que já foram distribuídas para todos os postos de vacinação dos seis distritos.


Compromisso com a saúde pública


Darlan Nery, enfermeiro, que poderia ser chamado de Senhor Gotinha. Desde 1980, na primeira campanha conhecida como ‘Dia Nacional Contra a Poliomielite’ há 34 anos, ele vem garantindo que as crianças mageenses sejam vacinadas, não só contra a pólio e o sarampo, mas também, coqueluche, caxumba, rubéola, tuberculose e outras enfermidades.


- Trabalho com saúde pública desde os meus 16 anos. De vacinação eu entendo – brinca Darlan. Empenhado para que a campanha seja um sucesso em Magé, ele assegurou que todas as unidades do município estão preparadas para atender à população infantil, e também, gestante com 36 semanas de gravidez – 6,5 até nove meses – quando será aplicada a vacina dTPa ( difteria, tétano e coqueluche) garantindo a imunidade do feto no ventre da mãe. De acordo com Darlan, crianças com febre e gripe não devem ser vacinadas por conta da imunidade baixa.


- Somente com gripe e febre as mães não precisam levar ao posto de vacinação. Mas se a criança deu apenas um espirro não tem problema tomar a vacina.  Diarreias leves ou  machucado no corpo, não interferem em nada. Podem levar os filhos aos postos sem medo – garantiu o enfermeiro.


Se por acaso algum responsável não comparecer nos dias ‘D’, 8 ou 22, e nem levar os filhos durante o mês para vacinar, Darlan avisa: “ Em Magé nunca foi preciso, mas se percebemos que o número de crianças em idade de vacinação não compareceu aos postos, imediatamente acionamos o Plano de Busca Ativa ou seja,  depois da campanha vamos as escolas e creches vacinar as crianças”, disse. Por conta de todos esses cuidados há 20 anos o Brasil não registra um caso de Poliomielite no país. 


Campanha Nacional de Vacinação

Vacina _ Sarampo
Público alvo_ Crianças de 1 ano até 5 anos incompletos. 

Vacina _ Poliomielite

Público alvo _ Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos

Locais de Vacinação:

Magé – Todos os PSFs e no Posto Central – atrás do Hospital Municipal de Magé

Santo Aleixo – Todos os PSFs – Menos o posto de Jardim Esmeralda por estar em obras

Estrada da Cachoeira – Todos os PSFs

Suruí – Todos os PSFs e o PS 24 HS

Piabetá – Todos os PSFs – Menos o de Guarani 3