JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Moradores do sexto distrito agora contam com o Centro Administrativo

Publicado na edição 147 de Dezembro de 2014

A gestão municipal investiu na descentralização dos serviços para facilitar a vida do cidadão mageense e criou os Centros Administrativos. E agora chegou a vez do sexto distrito de Magé ter acesso a tudo o que a Prefeitura pode atender, bem próximo de sua casa.

Administradora do polo, Sônia Sthoffel, acredita na evolução do olhar da gestão e os benefícios que o Centro vai proporcionar aos cidadãos. "Cada dia mais o Nestor me surpreende com a preocupação com nossa cidade. Quando pensa que cada distrito tem que ter um centro administrativo na dificuldade de ter que ir até Magé, dando prioridade ao povo e acho que essa unidade é um ganho não é apenas para esse distrito, mas toda Magé ganha", destaca.

O Centro Administrativo de Piabetá já iniciou o atendimento junto à Secretaria de Trabalho, Emprego e Geração de Renda, no Terminal Rodoviário. "O mageense encontra todos os atendimentos aqui, como os serviços da Fazenda e da Administração com os protocolos, por exemplo. Vamos estruturar a partir da próxima semana quando será elaborada a programação do atendimento de cada pasta municipal", explica Soninha.


Além dos serviços da Prefeitura de Magé, o Centro Administrativo de Piabetá vai agregar à Fundação Leão XIII e o PROCON para isenção para emissão de documentos e a Defesa do Consumidor. 


Com isso, a agilidade do serviço também reduz o tempo que uma pessoa gasta para ir até o Centrode Magé, ou a distância entre as sedes físicas das secretarias municipais. "Eu acho que o cidadão do sexto distrito ganha muito com isso, muitas vezes não tem o dinheiro da passagem e quanto ele tem o serviço perto dele, é um ganho muito grande. O prefeito pensa no cidadão e no bem estar das pessoas que não precisam ter dificuldade para resolver questões simples, como emitir uma guia de IPTU".


A exemplo do Centro Administrativo de Santo Aleixo, o primeiro a ser instalado na cidade, o polo em Piabetá vai ganhar uma estrutura própria, para atender o distrito mais populoso da cidade que tem mais de 115 mil moradores. De acordo com Soninha, as futuras instalações serão na Avenida Roberto Silveira:


"Estamos começando aqui, e o pensamento é fazer na Avenida Roberto Silveira, onde vai ser construído o centro para ter acessibilidade para todos os cidadãos, atendendo também, quem tem necessidades especiais", complementa a administradora.


O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no segundo piso do primeiro módulo do Terminal Rodoviário de Piabetá.


Assessoria de Comunicação (ASCOM) 

Prefeitura Municipal de Magé