JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Agricultura bombando!

Publicado na edição 150 de Junho de 2015

No fim do mês de maio (26), a prefeitura, por iniciativa da Secretaria de Agricultura, realizou a pré-apresentação do Centro de Estudos e Pesquisas de Técnicas Agroecológicas (CEPTA). Localizado em Cachoeira Grande, o projeto é fruto de uma parceria com a Embrapa e algumas faculdades do Rio de Janeiro. O objetivo do encontro foi apresentar toda a estrutura montada para desenvolver tecnologia de produção orgânica na região, ou seja, uma produção limpa, sem a necessidade de uso de agrotóxicos e de melhor qualidade tanto para o meio ambiente quanto para os consumidores. 

A criação do CEPTA representa um grande avanço para a produção agrícola da região que passará a produzir alimentos com melhor qualidade e sem o uso de produtos nocivos a saúde do homem. Segundo o secretário de Agricultura, Aloísio Strum, este projeto irá orientar a produção de diversos produtores e atenderá a principal vocação da cidade.

 “Esse é um desejo antigo da comunidade rural e hoje temos a oportunidade de nos especializar e realizar um importante trabalho em uma área essencial, que é a de alimentos, essa é uma responsabilidade muito grande, mesmo porque, a verdadeira vocação de Magé é de fato a prática agroecológica”, afirma o secretário de Agricultura, Aloísio Sturm. 

 Embora o projeto tenha suma importância para a cidade, sua implementação partiu da decisão do prefeito Nestor Vidal que optou em construir o CEPTA em vez de um programa habitacional na região. No CEPTA serão desenvolvidos e cultivados legumes, verduras e plantas fitoterápicas e farmacológicas. 

Para Nestor Vidal, é preciso trabalhar ações que valorizem a vocação da cidade. Uma iniciativa inovadora que faz Magé sair na frente de muitas faculdades e municípios que ainda não conseguiram desenvolver um trabalho desta grandeza.

 “O importante hoje é dar qualidade de vida para a população. Qualidade nas questões que tem valor e fazer valer a agricultura no município. Esse é um avanço muito grande e estamos saindo na frente inclusive de várias faculdades que não conseguem o que nós, com um pequeno grupo estamos fazendo acontecer. Eu tenho a esperança de que aqui seja um lugar de visitação e de referência para Magé, por isso, vamos continuar investindo e valorizando este projeto. Espero que continue sendo valorizado durante os próximos governos que passarem por Magé.” ressaltou Nestor Vidal, prefeito de Magé.

Para Maridy Evangelista, de 62 anos, uma das produtoras da região há 35 anos, o incentivo da atual gestão, dá a agricultura um lugar de destaque que em governos passados nunca teve. “Um apoio como este que Nestor tem nos dado, tem sido um ganho muito grande para nós produtores”, disse.

 

Fotos