JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Prefeito de Magé gasta dinheiro público com autopromoção

Publicado na edição 153 de Setembro de 2015

Enquanto exames considerados simples e que poderiam ser concluídos em semanas demoram aproximadamente 9 meses para serem realizados e entregues aos munícipes o prefeito Nestor Vidal gasta periodicamente uma quantia que não sabemos com um caderno de 8 páginas para se promover no jornal O Dia, chamado “Especial Magé”, pois nem mesmo licitado ou aprovado pela Câmara de Vereadores foi.

Em sua última publicação, o caderno tem 4 fotos do prefeito, inclusive uma grande de capa que leva o título: “NA LUTA”. Segundo a lei 8.429/92 art. 37 da Constituição Federal a autopromoção pessoal de um governante constitui crime de improbidade administrativa.

Tenho realizado fiscalizações e denúncias para vários órgãos incluindo Ministério Público Estadual e Federal, inclusive fui à Brasília para protocolar pessoalmente denúncias contra atos do prefeito. Todo esse dinheiro gasto para promover uma mentira poderia ser investido na saúde, educação e saneamento básico que não temos em Magé. Nos hospitais não temos aparelhos, profissionais o suficiente ou medicamentos para a população, nas escolas, falta estrutura, uniformes e professores, saneamento básico? Nem de longe... Por onde andamos vemos esgotos à céu aberto ou nem mesmo há esgoto na maioria dos bairros de nossa cidade. 

Não é de hoje que andamos nas ruas e vemos sujeira para todos os lados, entulhos nas calçadas, ruas cheias de matos, manilhas entupidas e buracos até mesmo as principais vias da cidade. Para que gastar tanto dinheiro promovendo algo que não existe e não usá-lo para corrigir tantos erros que só se acumulam cada dia mais.

No final de tudo isto, quem leva a culpa são os funcionários dos PSF’s que nada tem a ver com os prazos dos exames, o governo afasta de si qualquer responsabilidade e simplesmente a repassa para os que dentro do possível tentam realizar seu trabalho corretamente, mesmo sem estrutura ou suprimento algum.