JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Equipamentos para estação de água chegam a Magé

Publicado na edição 154 de Outubro de 2015

Depois de muita luta, o prefeito Nestor Vidal entregou para a população de Magé os equipamentos que fazem parte da construção da Estação de Tratamento de Água (ETA), que vai tratare distribuir água aos moradores do centro e bairros no entorno. A unidade, que fica localizada no bairro Maria Conga, faz parte da ampliação do sistema de captação e distribuição. 

A previsão para o inicio das operações da estação, de acordo com técnicos da Cedae, é dezembro deste ano. O projeto prevê que mais de 100 mil moradores sejam beneficiados diretamente tão logo o sistema entre em funcionamento. 

O sistema terá além da ETA, com capacidade de produzir 26 milhões de litros de água por dia, um assentamento de uma adutora de água bruta de 3.480 metros de extensão e outra de água tratada de mais de 19 mil metros. Também farão parte do novo sistema três reservatórios; um localizado no primeiro distrito, com capacidade de armazenamento de cinco milhões de litros; um segundo em Mauá com capacidade de três milhões de litros e o terceiro no distrito de Suruí, com capacidade de armazenar mais de um milhão e meio de litros de água. 

Outro ponto importante do projeto será a instalação de 206 mil metros de rede de distribuição e a implantação de mais de nove mil novas ligações domiciliares. A estação e o reservatório do primeiro distrito estão sendo priorizadas, mas a rede de distribuição foi instalada em Suruí e Mauá. 

"Tivemos alguns problemas para que a obra fosse retomada, mas com muito trabalho, consegui reverter à situação e hoje vislumbro as coisas acontecendo de forma positiva. O povo mageense não merece mais isso. 

Esse trabalho se estenderá aos moradores de Suruí e Mauá e assim vamos conseguir extirpar um legado que sacrificou muitas famílias ao longo de décadas. A população terá água e, tenho confiança, que a falta deste recurso vital não será mais motivo de sofrimento para ninguém" afirmou o prefeito Nestor Vidal. 

Para a secretaria de Governo, Soninha de Magé, o relato de falta de água não fará mais parte da realidade das pessoas e o quadro de um futuro melhor foi delineado. 

"Não podemos aceitar o fato que uma cidade como Magé, rica em quantidade de água, sofra tanto com cada período de estiagem. Com o sistema em funcionamento, tenho absoluta certeza, a vida de milhares de famílias irá mudar para melhor. Água é um bem precioso e será mais uma conquista da administração municipal entregue à população", pontuou. 

As obras para o novo sistema foram orçadas em R$ 50 milhões. Porém, questões de foro ambiental e alinhamento de preços provocaram um atraso no cronograma. O trabalho realizado pela Prefeitura de Magé, no quesito das licenças ambientais, e açóes objetivas do prefeito Nestor Vidal junto à Cedae e o Governo do Estado, permitiram a retomada e conclusão da obra.