JORNAL MILÊNIO VIP - Prefeitura de Magé assina termo de cooperação com governo do estado

Notícias

Prefeitura de Magé assina termo de cooperação com governo do estado

Publicado na edição 158 de Junho de 2016

A prefeitura de Magé assinou o termo de cooperação para a elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Essa parceria determinará um novo aspecto para a questão do transporte e do trânsito no município. O prefeito Rafael Tubarão participou do encontro.

O governo ofereceu também a oficina Sete Passos – Como Construir um Plano de Mobilidade Urbana, em parceria com a ONG WRI Brasil – Cidades Sustentáveis. Magé foi uma das cidade integradas ao trabalho de capacitação, além de 110 secretários e técnicos de 10 municípios (São João de Meriti, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Queimados, Mesquita, Nilópolis, Duque de Caxias, Itaboraí, São Gonçalo e Niterói). A ação faz parte do primeiro Plano Diretor da Região Metropolitana.


“Temos que melhorar e avançar na política de valorização da mobilidade urbana. Magé deve estar em conexão com as melhorias e com as mudanças que são inerentes a todas as cidades. Estamos trabalhando de forma incansável para oferecer ações que reflitam positivamente na vida dos mageenses”, afirmou o prefeito Rafael Tubarão.


Participaram do evento o subsecretário estadual de Transportes, Oswaldo Dreux, que destacou a importância da mobilidade urbana para os municípios fluminenses.


“A mobilidade urbana é um assunto muito importante para o desenvolvimento de qualquer cidade. Por isso, a proposta da Secretaria de Estado de Transportes, em parceria com a Câmara Metropolitana, é dar todo o suporte para que os municípios possam criar seus planos, visando atrair investimentos na área de mobilidade”, disse ele.


O diretor-executivo da Câmara Metropolitana, Vicente Loureiro, ressaltou o modelo adotado pelo governo estadual para a questão da mobilidade.


“Sempre trabalhamos de forma isolada, ou por município ou por setor: transporte, saneamento, habitação. Pela primeira vez, olhamos para a metrópole como um todo, desenhamos um modelo e o perseguimos através das ações estruturantes. Isso é de extrema importância para o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, que está em elaboração”, completou.