JORNAL MILENIO VIP

Notícias

André Alves com o espetáculo infantil Que bicho é esse?

Publicado na edição 161 de Maio de 2017

O musico, compositor e arte-educador André Alves, estréia o espetáculo infantil: "QUE BICHO É ESSE"?... O repertório reúne musicas da cultura popular e do folclore brasileiro, além de canções autorais do CD homônimo do compositor, cujo mote é a bicharada em diversas situações divertidas. Com isso, jacarés, cobras, aranhas, macacos, girafas e muitos outros bichos, ganham vidas através das linhas melódicas e letras inusitadas, buscando promover uma simbiose que leva o expectador a aguçar a imaginação para a criação de um novo bicho, ou o exercício de acrescentar qualidades aos que já existem e, também desejar que o nosso planeta seja habitado por mais animais. Afinal, precisamos todos nós, resgatar um pouco do sábio olhar infantil sobre a vida, o mundo, a família e a natureza.

André Alves que também é professor, integra o coletivo de artistas do MAMI – Movimento artístico e Musical para a Infância, que se dedica a produzir musicas e Histórias para o público infantil.


O espetáculo em um formato intimista, conta com a participação especial da jovem cantora Letícia Dutra, da arte-educadora e também cantora Monica dos Anjos, além do percussionista Douglas Brasil.

André Alves em "QUE BICHO É ESSE"?

Uma girafa poliglota, um macaco arteiro, uma galinha bem educada, um jacaré elegante, a aranha cozinheira, entre vários outros bichos... Cantigas da cultura popular... Personagens de nossas lendas; um bicho indecifrável... Tudo isso compõe o encantamento do espetáculo infantil: QUE BICHO É ESSE? Concebido e dirigido pelo musico, compositor e arte-educador André Alves, que também atua tocando, cantando e interagindo com o público. Participam também do espetáculo as cantoras Mônica dos Anjos e a jovem Letícia Dutra.

A interatividade é o ponto forte do espetáculo que leva o público, infantil ou não, a refletir sobre nosso amor à natureza e nossas práticas contra ou a favor do meio ambiente, como reflexos do sentimento que nos move. Divertindo com perguntas como “que bicho é esse?” ou “como nascem os bichos?”, entre outras formas de chamado, o espetáculo acorda sentimentos que dormem, e nos intima com alegria, doçura e afeto, a revalidá-los, a partir de uma profunda e grande pergunta: “que mundo é este?”.