JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Fiscais flagram boca de urna nas eleições em Magé

Os eleitores de Magé, na Baixada Fluminense, elegem neste domingo o novo prefeito para a cidade. A votação iniciou às 8h, mas já houve denúncia de boca de urna. Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) encontraram cartazes irregulares.

As eleições acontecem por causa da cassação dos candidatos eleitos em 2008, a prefeita Núbia Cozzolino e o vice Rozan Gomes da Silva, por abuso de poder político econômico e utilização indevida de meios de comunicação.

Um forte esquema de segurança foi montado para coibir práticas irregulares como propaganda, compra de votos e influência no eleitorado, garantindo a tranquilidade dos eleitores.

Um dos fiscais disse ao site "G1" que o prefeito em exercício, Anderson Cozzolino, irmão da prefeita cassada, foi flagrado duas vezes em uma seção de votação, mesmo depois de ter votado. Cozzolino teria tentado intimidar eleitores na maior zona eleitoral da cidade.

A votação terminará às 17h. De acordo com o TRE-RJ, os eleitores inscritos em Magé até o dia 17 de fevereiro podem votar em um dos seis candidatos à Prefeitura do município.