JORNAL MILENIO VIP

Notícias

Magé fará auditoria nas contas da prefeitura

Mesmo ainda não tendo assumido oficialmente a prefeitura de Magé, Nestor Vidal (PMDB) anunciou na segunda-feira a primeira medida que tomará como administrador da cidade. Assim que for empossado, ele pretende se reunir com o Tribunal de Contas e com o Ministério Público para iniciar uma auditoria nas contas da prefeitura.

- Precisamos entrar (na prefeitura) com a certeza de que não seremos atingidos pela corrupção que paira sobre Magé - afirmou o prefeito eleito.

No final da tarde, Nestor se reuniu com o governador Sérgio Cabral, no Palácio Guanabara, no Rio, para agradecer o apoio durante a campanha. Nos próximos dias, ele deve anunciar o novo secretariado.

- Quando eu era criança, os guardas me botavam para correr da escadaria da prefeitura, e eu sempre insistia em voltar. Agora, voltei de vez ao lugar da minha infância - disse o novo prefeito.

Nestor foi eleito com 68,62% dos votos válidos na eleição realizada no domingo passado. Em segundo lugar ficou Werner Benites Saraiva da Fonseca, candidato apoiado pela família Cozzolino, que há anos domina a cena política do município. Ele obteve 23,82% dos votos válidos. Dos 159.364 eleitores aptos, 34.039 deixaram de comparecer, o que representa 21,36% do eleitorado no município.

A eleição fora de época que deu vitória a Nestor aconteceu por conta da cassação dos candidatos eleitos em 2008, a prefeita Núbia Cozzolino (PMDB) e o vice Rozan Gomes da Silva (PSL). Eles perderam o mandato por abuso de poder político e econômico e utilização indevida de meios de comunicação.

Na segunda-feira, Nestor foi para a praça central, onde está localizada a prefeitura, comemorar. Foi logo cercado por dezenas de simpatizantes. Emocionada, a balconista Eliane Nolin, de 32 anos, fez questão de aproximar-se do novo prefeito.

- Muito obrigada por libertar a nossa cidade. Sou nascida e criada aqui e esperava por este dia de mudança - completou Eliane.

As seis sacolas de compras nas mãos não impediram a manicure Maria Lúcia Gonçalves, de 53, de abraçar o prefeito eleito.

- Estou muito feliz. Moro aqui há 27 anos e comemorei muito esta mudança para Magé - comentou.

Ainda sem data definida para assumir oficialmente o cargo, Nestor tem até a próxima sexta-feira para prestar contas à Justiça Eleitoral dos recursos recebidos e gastos na campanha . A decisão que julgar as contas dos candidatos eleitos deve ser publicada até o dia 17, oito dias antes do prazo final para a diplomação, que está prevista para ocorrer até o dia 25 de agosto.

A Câmara de Vereadores de Magé determinou a data de 30 de setembro para a posse do novo prefeito. Porém, o desembargador Luiz Zveiter, presidente do TRE, pretende adiantar esta data. Para isso, se reunirá com os outros membros do Tribunal em sessão plenária, na próxima quinta-feira, para discutir o assunto.

A população escolheu o quarto prefeito em pouco mais de dois anos. Em 2008, Núbia Cozzolino foi eleita para o cargo, mas foi afastada em setembro de 2009 e, logo depois, cassada por abuso de poder político , econômico e uso indevido de meios de comunicação. O vice Rozan Gomes ficou no comando do Executivo local, mas também terminou cassado pelos mesmos motivos. A prefeitura voltou, mais uma vez, para as mãos do clã Cozzolino. O irmão de Núbia e então presidente da Câmara dos Vereadores, Anderson, assumiu o cargo.